sexta-feira, abril 14, 2006

Como no tempo da "Idade das Trevas".

Aquele último post com caligrafia não foi lá essas coisas, mas esse aqui foi resultado de horas de trabalho e concentração. Foi o projeto final de um curso dado na UnB por Yomar Augusto e Claudio Gil. O meu objetivo foi tentar fazer uma página como os escribas da Idade Média faziam, incluindo uma capitular ornamentada e iluminuras. A fonte foi inspirada em uma itálica condensada que no fim não ficou tão condensada por causa da minha altura de x (altura da minúscula) muito grande. O texto foi copiado de um trecho, escrito por Ermano de Stradelli, do livro Antologia do Folclore Brasileiro, organizado por Luiz da Câmara Cascudo.
Esse negócio é difícil de fazer! A tensão de não poder errar faz você suar muito, e olha que eu errei três vezes, das quais uma eu consegui corrigir com um ornamento feito por cima (exatamente como os monges copistas faziam, uma picaretagem com centenas de anos de idade).